segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Cosmic Alliance

Fantasy Flight Games anunciou mais uma expansão para Cosmic Encounter
Cosmic Alliance, tem previsão de lançamento para março de 2012. 
Cosmic Alliance trará 20 novas raças alienígenas para Cosmic Encounter, entre elas: os Cyborg, os Schizoid e os Gorgon. 
O Jogo também trás novas regras e componentes, além de permitir mais jogadores por partidas. Agora, utilizando todas as expansões é possível jogar com oito participante. O novo conjunto de regras também permite variantes de jogo como disputa em time. Nesta versão os jogadores se unem em duplas para tentar tomar controle da galáxia. As duplas sentam intercaladas e podem interagir se ajudando. A vitória só pode ser clamada quando ambos atingirem o objetivo.
Esta é a terceira expansão para Cosmic Encounters lançada pela FFG. As anteriores foram:
  • Cosmic Conflict
    Cosmic Incursion

domingo, 25 de dezembro de 2011

Hasbro é Abatida por Angry Birds

Natal já não é mais garantia de boas vendas para a gigante do setor de jogos e brinquedos.
A fabricante dos clássicos: Monopoly, Risk e Clue teve uma diminuição de 15% nas vendas do trimestre de Natal em 2010. Segundo o site do Wall Street Jornal, esta diminuição nas vendas afastou investidores durante todo o ano o que causou uma diminuição de 28% nas ações da empresa durante este ano e  2.8% na primeira semana de dezembro. No total, as vendas  da empresa atingiram 4 bilhões no ano passado.
Especialistas do setor apontam como principal problema da empresa a sua lentidão em renovar o catalogo de produtos com novos títulos e franquias. Ela também é "acusada" de deixar um de seus filões mais lucrativo de lado: Os jogos de tabuleiro. "Os jogos da Hasbro precisão de renovação e criatividade" diz Sean McGowan, analista de brinquedos da Needham & Co., que faz parte do grupo de críticos a postura empresarial da Hasbro. 
Rivais estão ganhando terreno na disputa de mercado. 
A Mattel, por exemplo, lançou a versão de tabuleiro do popular Angry Birds e teve um crescimento de vendas de 9% este ano. O jogo foi o mais procurado no Google durante o fim-de-semana da Black Friday.
A Lego aumentou sua participação no mercado em 2.5% nos últimos dois anos.

sábado, 24 de dezembro de 2011

Expansões de Munchkin Serão Canceladas em 2012

Alguns títulos sairão de catálogo em 2012.
Para lidar com o constante aumento de títulos de seu catálogo, a Steve Jackson Games definiu que alguns dos seus títulos sairão do catálogo em 2012. A decisão foi divulgada esta semana quando a empresa está fechando com suas gráficas os títulos que serão impressos para venda no próximo ano.
A empresa informou ainda que a retirada dos títulos não é uma decisão permanente e que os mesmos poderão retornar na tiragem de 2013 ou mesmo antes, dependendo da demanda das lojas especializadas.

Colonizadores de Catan no Big Bang Theory

A participação de Colonizadores de Catan no Big Bang Theory foi um dos assuntos do mês no cenário boardgamer. 
“Big Bang Theory”, é um sucesso da televisão. O seriado humorístico aborda a vida de quatro geeks americanos, seus hobbies e manias, além do relacionamento dos membros do grupo com a vizinha loira e sensual. O grupo é composto por físicos e engenheiros que são retratados frequentemente discutindo sobre quadrinhos, jogos, miniaturas, filmes, séries, etc.
No episódio que foi ao ar dia 8 de dezembro, "The Speckerman Recurrence",  os personagens apareceram jogando Colonizadores.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Resultado Promoções de Fim de Ano - Colonizadores de Catan

Inscrições encerradas para o sorteio. 
Obrigado a todos que participaram e em especial a Grow que nos patrocinou no sorteio.
Sem mais suspense informamos que a vencedora do sorteio foi Letícia Nunes.
Parabéns Letícia e você já pode entrar em contato conosco pelo email: neoiconoclasta@gmail.com para acertarmos a entrega do seu prêmio.
Aguardem que breve teremos mais promoções entrando no ar.
E continua valendo o sorteio do Game of Thrones. Participem!

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Todos os Jogos

Conheça uma publicação de formou gerações de jogadores brasileiros.
Em 1978, a cena lúdica brasileira ainda era muito incipiente. A maior parte das empresas lançava jogos apenas para o mercado infantil; praticamente só a recém-chegada Grow tinha lançamentos para o mercado adulto. RPGs, ainda uma novidade mesmo nos EUA, estavam a anos de sua publicação em português; e os TCGs/CCGs ainda não tinham sido inventados.
Neste cenário, começava a brilhar no Brasil a figura de Mário Seabra, o nosso primeiro designer profissional de jogos. Mário Seabra tinha a visão de uma sociedade onde o jogo não fosse visto apenas como brincadeira de criança, mas como uma atividade para todas as idades. Para ajudar a concretizar esta visão, Mário Seabra concebeu a ideia de uma coleção de jogos, tradicionais e modernos, vendida em bancas de jornal.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Entrevista com Renato Sasdelli

Responsável pela Galápagos Jogos, o blog Strategos entrevista Renato Silva Sasdelli

Com uma quantidade incrível de títulos lançados em 2011 a Galápagos está rapidamente ganhando nome do mercado de jogos de mesa. 
1. Como você conheceu os jogos de tabuleiro nacionais e os importados? 
Eu sempre tive a parte lúdica bem inquieta. Organizava campeonatos pra tudo, criava jogos/atividades e buscava coisas novas. Sempre busquei novidades no mercado nacional, entrava nas lojas de brinquedo e vasculhava tentando achar algo, mas com o tempo minha esperança foi caindo. Certo dia, eu estava fazendo uma nova versão ‘premium’ temática do clássico ‘War’ de presente para uma amiga. Levei o material para o trabalho, pois lá tinham ferramentas para trabalhar com madeira e um dos meus colegas de trabalho comentou sobre o site do BGG. A partir daí foi uma ascendente muito rápida! 
2. Quando surgiu a idéia de abrir uma empresa de jogos? Há quanto tempo a Galápagos está no mercado? 
No primeiro momento que tive contato com o BGG comecei a fazer versões caseiras dos jogos, e, logo de cara comecei a substituir personagens dos jogos por amigos, familiares, etc... Daí veio à idéia de personalização e utilização dos jogos para passar conteúdo e informações, e junto, a idéia de abrir a empresa com foco no mundo Corporativo. A empresa já tem 2 anos mas já estamos trabalhando a praticamente 3 anos.

domingo, 11 de dezembro de 2011

Dicionário Lúdico

Conheça os termos mais usados nos Jogos de Tabuleiro Importados.
Atualizado dia 10/04/2012
Devido grande aumento no número de interessados pelo mundo dos Boardgames, criamos esta postagem com alguns dos principais conceitos de jogo. 
A idéia é atualizar esta postagem e para isso convidamos os veteranos a colaborar, pois sei que muita coisa ficou de fora.
Ameritrash - Jogos em que, via de regra, o cenário e as características dos personagens do jogo são mais trabalhadas que as regras. Geralmente há conflito direto entre os jogadores e médio a alto nível de sorte envolvido no desenrolar da partida.
Apesar da intenção original do termo de depreciar jogos americanos ruins em comparação com os desenvolvidos na europa, o termo acabou sendo abraçado pelos fãs do gênero que o utilizam sem constrangimento. O exemplo mais famoso é o blog Fortress Ameritrash que hoje se tornou um site. Apesar disso o site Boargame Geek utiliza o termo "Jogos Temáticos" para se referir aos ameritrash
Twilight Imperium
Analysis Paralysis - Período tempo de análise que um jogador leva para avaliar suas opções de jogo e tentando escolher a melhor jogada.
BGG - Boardgame Geek, o maior site mundial sobre jogos de tabuleiro.
Deck Building - Jogo, geralmente de cartas, onde os baralhos de jogo são montados durante a partida e todos os jogodores tem acesso as mesmas cartas. Aquele que fizer melhor uso dos seus recursos e tiver a melhor estratégia vencer.
Downtime - Período de jogo em que um jogador não participa ativamente do jogo. Normalmente se aconselha a utilizar este tempo para programa suas jogadas e assim diminuir o seu Analysis Paralysis.
Dungeon Crawler - é um estilo de jogo de tabuleiro, geralmente com cenário de fantasia medieval, no qual os jogadores representam heróis explorando masmorras ou castelos, enfrentando monstros e recolhendo os tesouros encontrados.

sábado, 10 de dezembro de 2011

Promoções de Fim de Ano - 2011

Vamos comemorar nosso segundo ano de atividades fazendo dois sorteios.
O primeiro prêmio será um Colonizadores de Catan e conta com o apoio da Grow, que gentilmente nos enviou uma cópia do jogo. Para concorrer basta seguir o twitter da Grow e participar do blog Strategos. O sorteio só será válido para residentes no Brasil.
O vencedor será anunciado dia 20 de dezembro às 23h59.
Para participar do blog basta clicar no botão azul a esquerda e se cadastra usando sua conta do Google, Twitter ou Facebook .
Atualização: 21/12/2011
Confira o resultado deste sorteio clicando aqui.
O segundo sorteio é um agradecimento a todos os nosso clientes que encomendaram jogos conosco este ano. No dia 1º de janeiro de 2012 iremos sortear uma cópia da segunda edição de A Game of Thones da Fantasy Flight.
Desde o lançamento,  o jogo tornou se o campeão de vendas do blog, apesar do Walking Dead da Cryptazoic estar poucas unidades atrás. Os dois, lógico, estão com as vendas impulsionadas pelas séries de TV.
O sorteio só será válido para residentes no Brasil e serão válidas para o sorteio todas as compras cujo pagamento for efetuado até o dia 30 de dezembro de 2011.
Caso você ganhe o GoT e tenha sido um dos compradores que o adquiriram conosco poderemos trocar por outro título de valor equivalente.
Confiram nossas condições de encomendas clicando aqui e participem.
Boa Sorte a todos!

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

011

Uma força do mal está circulando pelas ruas de Turin, se escondendo das lâmpadas de gás e do barulho dos dirigíveis que passam por sobre sua cabeça. Fenrir, o Deus-Lobo, pretende iniciar o seu Ragnarok, o fim do mundo. Só um homem, alertado pela profecia, consegue ver a real extensão dos eventos misteriosos que estão acontecendo na cidade.
011 se passa numa época ucrônica, durante um "ano 011" indefinido. A ciência está profundamente entrelaçada com magia, e muitas religiões e crenças coexistem com filosofias e convicções, em um caldeirão de culturas e ideais que é ao mesmo tempo desafiador e amedrontador. Os eventos se passam em Turim.
O Fimbulvetr das lendas nórdicas está chegando ao fim e assim o Ragnarök se aproxima. Oito cientistas brilhantes descobrem o livro perdido da Edda, que narra que a única forma de deter o Ragnarök é encontrar um homem cujo futuro é completamente obscuro, chamado de Chosen One (O Escolhido). Ele deverá tocar a Canção Mística com o Órgão que está escondido em algum lugar da cidade, ou o mundo que conhecemos chegará ao fim.

Vale dos Monstros

Em “O Vale dos Monstros”, cada jogador controla uma legião de monstros: Vampiros, Lobisomens, Esqueletos, Fantasmas, Bruxas ou Múmias.
Tivemos a oportunidade de testar o novo jogo da Galápagos nos últimos três eventos que organizamos e o jogo é uma grata surpresa.
O Vale dos Monstros é um jogo de Marcos Macri para dois a cinco jogadores com idade a partir de 14 anos.
O tabuleiro do jogo representa um vale onde diversas famílias estão acampadas em barracas. No início do jogo, são embaralhadas fichas que ficam embaixo das barracas e definem quantas pessoas a estão ocupando.
A cada partida, os participantes devem escolher um dos tipos de monstros. cada um deles tem uma habilidade especial.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Geek Chic

Conheça a empresa especializada em mobiliario Geek
Que tal jogar em uma mesa especialmente desenvolvida para este fim? 
A Geek Chic desenvolve móveis para diversos hobbies. O que mais chama a atenção é o acabamento dos móveis. 
Como não poderia deixar de ser, a empresa foi fundada por um jogador. Robert Gifford criou a Geek Chic após esperar por anos que o mercado criasse mobilias que atendessem as suas necessidades. O resultado são mesas e armários que são o sonho de consumo de qualquer jogador.

sábado, 3 de dezembro de 2011

Commander-In-Chief

Commander-in-Chief quase deixou de existir em 2002 quando a Hasbro rejeitou o projeto e informou que não aceita material que não foi solicitado. 
 
"Eu pensei que receberia gordos cheques de royalty — na verdade isso nunca aconteceu," conta Paul D Miller, um engenheiro auto-motivo que vive na Florida. 
Há uma década atrás, quando cursava a University de Michigan, ele teve uma idéia para um jogo de tabuleiro que misturasse xadrez wargames modernos.  Depois da recusa da Hasbro em lançar o jogo, ele esteve ocupado com a universidade e deixou a idéia arquivada. Ao conclui-la voltou de cabeça ao projeto. Ele achava inicialmente que em dois meses o jogo já estaria disponível nas lojas para as vendas de Natal. Mas, aos poucos ele foi se familiarizando com os detalhes que envolvem o lançamento de um jogo de tabuleiro como: planejamento de marketing, marcas, patentes, direitos autorais, etc. O processo inteiro levou mais de dois anos. Neste meio tempo Miller conheceu pessoas do ramos, fez amizades e aprendeu muito.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Clash of Champions

Cryptozoic Entertainment anuncia para o segundo trimestre de 2012 um novo jogo de cartas.
Clash of Champions, um novo jogo de deck-building trará personagens e cenários de World of Warcraft MMORPG
A Cryptozoic já é a editora do popular Card Game de World of Warcraft Trading e ampliou sua licença para criar este novo jogo. O presidente da empresa Cory Jones prometeu dar uma cara própria ao jogo. 
O novo jogo poderá ser disputado por dois a quatro jogadores que iniciarão a partida com uma quantidade limitada de cartas e adquirirão outras durante o jogo (formato similar ao jogo Dominion). Clash of Champions terá elementos de role-playing, o que permitirá que os jogadores personalizem seus heróis com habilidades especiais que os ajudem a enfrentar os monstros e conquistar tesouros.
O jogo proporcionará também o encontro dos jogadores com vilões famosos como: Ragnaros, Onyxia e o Lich King enquanto jogam com alguns dos maiores heróis de Azeroth como: Thrall, Jaina, Varian, Garrosh, Sylvanas e Magni Bronzebeard que estarão disponíveis a todos os jogadores.
Clash of Champions será composto de 400 cartas e terá um preço de venda sugerido de 45 dólares.

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

SOSCon

Mais um evento em Manaus.
Primeiro gostaria de pedir desculpas pela ausência do blog. Estamos na fase de planejamento de diversas atividades para os meses de dezembro e janeiro em parceria com o Sesc Amazonas.
Por hora, estaremos participando dia 4 de dezembro desta confraternização entre diversos grupos que desenvolvem atividades voltadas ao público jovem de Manaus.
Mais informações sobre o encontro no blog Zona Negativa.

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Lisboacon

A terceira edição do Lisboacon - Encontro Nacional de Jogos de Tabuleiro acontece este fim-de-semana.
O Grupo de Boardgamers de Lisboa organiza pela terceira vez este encontro anual, com entrada livre, que proporciona o convívio entre os participantes e a aprendizagem de novos e variados jogos de tabuleiro.
O Lisboacon 2011 promete cativar o público com diversas actividades, torneios, jogos em versão gigante, áreas temáticas, sorteios, jogos para invisuais (em parceria com a Associação Mafalda) e ainda a maior ludoteca de jogos de tabuleiro do País, com mais de 500 títulos diferentes, que vão estar disponíveis para todos os visitantes, lê-se em comunicado.
Além de torneios, prémios e das diversas áreas de jogo, a edição do LISBOACON 2011 conta com algumas novidades, entre elas uma nova área especialmente dedicada à família, assim como três novos jogos gigantes.
"Em 2010, nos dois dias do evento, recebemos cerca de duas mil pessoas e este ano esperamos que esse número aumente" informa Hélio Andrade, da organização.
Formado em 2006, este grupo de apreciadores de jogos de tabuleiro também organiza encontros semanais e mensais, dando as boas vindas a qualquer novo elemento que tenha vontade de experimentar algum dos 55 mil jogos de tabuleiro registados que existem a nível mundial.
mais informações no site do evento.
Confiram algumas fotos das edições anteriores clicando aqui.

Local:
Oeiras, edifício AERLIS - Associação Empresarial da Região de Lisboa
Horário: 
Sábado, 26 de Novembro de 2011, das 9h às 03h
Domingo, 27 de Novembro de 2011, das 9h às 20h

sábado, 12 de novembro de 2011

Entrevista com Tiago Bueno

Responsável pela Ceilikan jogos, o blog Strategos entrevista Tiago Ali Oliveira Bueno 
Que jogador nunca pensou em criar e lançar seu próprio jogo? Alguns foram além e criaram suas próprias empresas. Hoje entrevistamos o fundador da Ceilikan que fala um pouco sobre a experiência, as dificuldades é o mercado brasileiro.
1. Como você conheceu os jogos de tabuleiro nacionais e os importados? 
Sempre gostei de jogos de tabuleiro. Joguei minha primeira partida de WAR com 6 anos de idade e por aí vai. Durante os anos 90 fiquei um pouco afastado dos jogos de tabuleiro devido ao RPG, que chegou com tudo no país naquela época, e com a turma do RPG fui descobrindo os jogos importados. 
2. Quando surgiu a idéia de abrir uma empresa de jogos? Há quanto tempo a Ceilikan Jogos está no mercado? 
A Ceilikan vai completar cinco anos em 2012, mas a idéia é bem mais antiga. A idéia remonta da decada de 90 e ficou ai mais de uma decada aguardando uma oportunidade, que finalmente apareceu em 2007.
3. Os jogos de tabuleiro mais conhecidos no mercado brasileiro são, sem dúvida, War e Banco Imobiliário. Ambos clássicos "ameritrash". Há alguns anos, os "jogos de tabuleiro estilo alemão" vem conquistando e ampliando o seu público no país. Como você encara essa mudança e qual é como a Ceilikan analisa a demanda do mercado brasileiro? 
Não considero nem War e nem banco Imobiliário como Jogos de estilo Americano, ambos os jogos são anteriores a esta denominação, o que eu chamo de Clássicos. Os jogos modernos surgiu como uma tendência bem depois e estes sim podemos dividir entre estilos Americanos e Europeu. O mercado do Brasil não está necessariamente se abrindo ao estilo Europeu, mas aos estilos modernos de jogos. Como o estilo Europeu é mais acessível (preço e complexidade) que o Americano, ele tem uma vantagem muito boa e acaba chegando na frente nos mercados que ainda não conhecem as novidades, mas em breve os jogos americanos vão começar a chegar por aqui também. E neste ponto a Ceilikan, assim como as outras empresas do setor, são pioneiras e cada a nós criar a demanada para este mercado.

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Eurogames Manaus na Virada Cultural

Eurogames na Virada Cultural
Este ano, pela primeira vez fomos convidados a participar da Virada Cultural de Manaus.
Estaremos nos dois dias na Praça da Saudade junto com os espaço cultural do Sesc. No sábado das 16h00 as 19h00 e no domingo das 10h00 as 17h00.
Clique no cartaz do evento acima para conferir as outras atrações da Praça da Saudade. 
E nesta edição teremos a participação especial da Galapagos Games que nos diponibilizará alguns jogos para demonstração. Não percam!

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Islandis: a World of Lucidia

Esse jogo promete nos transportar para o surgimento da singela Lucidia, um lugar distante dos grandes continentes, em uma época que antecede o nascimento da vida. 
Clique na imagem para ampliá-la
Islandis é a maior e mais populosa ilha no mar Tokelau, servindo como a pedra angular para a exploração e colonização das ilhas Asazi. A ilha possui cultura, beleza, vida marinha abundante, uma fonte aparentemente interminável de recursos, e todos os elementos essenciais para um crescimento vertiginoso da população. Com o tempo, a inovação na tecnologia de exploração fez com que as ilhas vizinhas fossem descobertas e povoadas. As novas ilhas introduziram os Azasi a recursos que não conheciam anteriormente, o que os fez entrar numa rede de rotas comerciais que os ligavam aos outros povos. A vida na ilha seguia perfeita até que… A aldeia acorda ao som do caos. A ilha pulsa e grita de angústia. Famílias tropeçam correndo para fora de seus bangalôs a noite, apenas para encontrar-se esquivando de fragmentos sólidos de algo desconhecido vindo do céu. É uma antiga profecia que se cumpre.Tudo foi destruído e os habitantes percebem que este modo de vida está chegando ao fim... é hora de um novo começo.

Asmodee - Últimos Lançamentos para 2011

A empresa adiou alguns título previstos para outubro e com isso acumulou vários lançamento para o fim do ano. 

Québec
No jogo, os participantes são líderes de famílias ricas e devem escrever seus nomes na história da construção da cidade de Québec. O jogo cobre quatro séculos durante os quais foram construídos os principais prédios e locais da cidade. Mas, construir não é o bastante: os jogadores devem  garantir sua presença nas grandes esferas de poder.

sábado, 5 de novembro de 2011

Flash Point: Fire Rescue

Faça parte de uma brigada de bombeiros combatendo incêndios. 
Os jogos de tabuleiro não param de me surpreender. Flash Point: Fire Rescue me fez lembrar de duas situações. A primeira foi em março durante o Eurogames Manaus no Saraiva Megastore. Um garoto estava jogando Carcassonne é o pai que observava começou uma converça me perguntando:
- Para que serve esse jogo?
Eu devolvi a pergunta:
-Como assim?
Ele continuou:
-O que o meu filho ganha jogando isso?
-Bem...O objetivo do jogo é ser uma atividade de lazer. Vendo de uma forma prática, ele não ganha nada. Da mesma forma que ele não ganha nada jogando videogame ou assistindo televisão. Porém, se o senhor for analisar de uma forma mais didática, todos os jogos de tabuleiro incentivam a interação entre os participantes e, dependendo do jogo podem servir de incentivo a leitura, a busca de informações sobre o tema abordado no jogo ou até como uma fonte de interesse sobre uma profissão, pois os jogos de tabuleiro importados tem uma variedade gigantesca e abordam praticamente todos os temas.
- E tem jogos que falam sobre medicina? (Obviamente querendo incentivar o filho a seguir a carreira dele).
-Tem sim. Um dos eurogames mais famosos é o Pandemic que mostra o trabalho de uma equipe de saúde tentando deter o avanço de uma epidemia pelo mundo.

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Alhambra

Um Eurogame clássico, Alhambra foi o ganhador do renomado Spiel des Jahres, na edição de 2003. 
O jogo uma criação do designer Dirk Henn, e não é seu único jogo de sucesso. Ele também assina: Shogun, Wallenstein e Colonia. No jogo, cada participante assume o papel de um mestre construtor no período do sultanato mouro de Granada, competindo para construir o mais impressionante palácio fortificado ou Alhambra. Para erguer sua obra é necessário gerenciar seus recursos e suplantar os demais enquanto constrói pavilhões, jardins, câmaras e torres, sem deixar de lado a muralha que irá proteger suas riquezas e mulheres. Alhambra é um jogo de montagem de tabuleiro (tile placement) lembrando Carcassonne. Em cada turno, cada jogador pode escolher entre três ações:
• Comprar cartas (que representam o dinheiro)
• Comprar e baixar um tile
• Rearranjar sua Alhambra
O objetivo do jogo é fazer mais pontos possuindo o maior número de peças de uma certa cor em sua estrutura.

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Lords of Waterdeep

Wizards of the Coast lança mais um jogo de tabuleiro baseado no RPG Dungeons & Dragons.

Waterdeep, a Cidade do Esplendor é a mais resplandescente jóia  de Forgotten Realms. Um recanto para os amantes de intrigas políticas e negociações em becos escuros.
Nesse jogo para dois a cinco participantes, cada jogador será um poderoso Lord, disputando o controle da cidade. Seus tesouros e recursos estão prontos, não só para seu consumo próprio, como para serem tomados por seus adversários. E o que não pode ser tirado por negociação e trapaça deve ser tirado a força, não é?
Os lordes comandam secretamente a cidade. Através de seus agentes, você recruta aventureiros para que executem missões a seu favor, ganhando recompensas e aumentando a sua influência sobre a cidade. Expandir a cidade comprando novos prédios que permitem novas ações no tabuleiro, e impedir - ou ajudar- os outros lordes jogando cartas de intriga, que te levam mais perto do objetivo dos seus objetivos cuidadosamente planejados (ou não).

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

World Conquerors

Conquiste o mundo com os grandes comandantes da história.
World Conquerors é mais um projeto cujos recursos estão sendo levantados pelo Kickstarter. O designer é de Jeff Siadek (Battlestations e Lifeboat) que criou o jogo para um a quatro participantes. 
O jogo dura quatro turnos e, cada participante utiliza dados e cartas de suporte que adicionam modificadores. Cada jogador recebe cartas de acordo com o personagem escolhido, como Erik, o Vermelho que pode fazer ataques navais sem suprimentos ou Stalin que pode usar assassinato para eliminar inimigos.
Apesar de seguir a linha dos wargames de conquista global, o jogo tem caracteristicas próprias como:
  • Curto tempo de jogo - Os quatro turnos de jogo duram cerca de uma hora.
  • Não há eliminação de jogadores - A cada turno, cada jogador recebe um novo comandante, independente do destino do anterior.
  • Combate de resolução rápida - Há apenas uma tropa por território o que torna as batalhas simples e rápidas.
  • Não a posição perdida - suprimentos são baseados em tempo e território, assim, é possível reorganizar um império a partir de um território a qualquer momento do jogo.

Locke & Key: The Game

Depois do sucesso de Arkham Horror e Mansions of Madness, mais um jogo as abordar os Mythos.
Mantendo o clima de Halloween vamos falar um pouco sobre o anúncio da IDW Publishing (editora do quadrinho) e da Cryptozoic Entertainment sobre o lançamento de Locke & Key Game. Gabriel Rodriguez, desenhista da HQ já havia comentado sobre o jogo no final de setembro pelo Twitter, mas o anúncio oficial aconteceu durante a New York Comic Con, este mês. A notícia, infelizmente, acompanhou o cancelamento da série de TV baseada no quadrinho, que não passou do episódio piloto.
Em um ano com diversos lançamentos de peso na área de jogos com temática de terror e, principalmente de cenários baseados nas obras de H P Lovecraft. Locke & Key: The Game é uma aposta segura da Cryptozoic na tentativa de se firmar como um dos nomes fortes entre os fabricantes de jogos americanos. Vale lembrar que a empresa lançou recentemente o jogo de tabuleiro oficial da série The Walking Dead
Apesar de ainda não ter divulgado imagens dos componentes, a fabricante do TCG World of Warcraft, já antecipou que o jogo será Card Game, a edição básica terá mais de 150 cartas, incluindo cartas especiais de chaves, baseadas nas chaves da série, que permitirão estratégias especiais aos jogadores que as obtiverem durante as partidas. 
O jogo será para 3 a 6 jogadores e será recomendado para maiores de 14 anos, provavelmente devido a temátiica aboradada no jogo.

10 Jogos Para o Halloween

Bruxas, vampiros, zumbis e muitos monstros. Comemore o Halloween jogando com os amigos e a família.
Mansions of Madness 
Horríveis criaturas e presenças espectrais espreitam mansões abandonadas, criptas decrépitas, monastérios assombrados e prédios insalubres na cidade de Arkham, Massachusetts. Nestes lugares assustadores, conspirações negras são tramadas por cultistas ensandecidos. Cabe a um grupo de bravos investigadores explorar esses lugares amaldiçoados e acabar com essas terríveis ameaças antes que seja tarde demais. Essa é a premissa básica de "Mansions of Madness", um jogo de tabuleiro da Fantasy Flight Games (FFG) inspirado na obra de H.P. Lovecraft e no Mythos de Cthulhu. 

Ghost Stories
Neste jogo da Asmodee, os jogadores controlam personagens que são monges peritos em exorcisar espectros, fantasmas e outras aparições sobrenaturais!
Muitos morreram para pôr fim ao reinado de terror de Wu-Feng, Senhor dos Nove Infernos. A urna funerária com as suas cinzas foi enterrada no Cemitério de uma vila do Império Médio. Desde então, passaram-se muitos anos e os vivos esqueceram-se de seu legado sangrento.
Escondido nas profundezas do Inferno, Wu-Feng não se esqueceu de nada. A sua busca implacável deu frutos e localizou a sua urna. Os pacatos habitantes do Império Médio não estão conscientes do perigo que paira sobre elas. Felizmente, os Fat-Si (monges Taoístas) estão em alerta, vigiando e controlando a fronteira entre os mortos e vivos. Com a sua coragem, fé e poderes místicos tentarão devolver ao Inferno a encarnação de Wu-Feng.

sábado, 22 de outubro de 2011

Kickstarter


Para quem não conhece, esse é hoje o melhor expoente sobre o fenômeno crowdfunding no mundo.
Atualizado dia 7/4/2012
Em português algo como Financiamento coletivo ou Financiamento colaborativo, o crowdfunding é a obtenção de capital para projetos através da agregação de múltiplas fontes de financiamento, em geral pessoas físicas interessadas na iniciativa. O próprio site  descreve o projeto como um "Sistema de Penhor Limite".
O sistema Kickstarter foi fundado em abril de 2009 por Perry Chen, Yancey Strickler e Charles Adler. Em pouco mais de dois anos de funcionamento já arrecadou 75 milhões de dólares para mais de 10 mil projetos de sucesso. A porcentagem de sucesso e de 44%.
A lógica do site é simples:  Qualquer um pode enviar seu projeto. O Kickstarter avalia a qualidade e vê se ele se encaixa no perfil criativo dos projetos que vão para o site. Caso aprovado, é definida uma quantidade de dinheiro, o prazo (de 1 dia até três meses) e recompensas para os doadores, e o projeto vai ao ar. Se for levantada toda a grana pedida dentro do prazo, o dono da ideia fica com ela. Neste caso o site cobra 5% de comissão pelo serviço. Caso a meta não seja atingida o dinheiro não é debitado da conta dos incentivadores.
É proibido pedir dinheiro e oferecer um retorno financeiro. E pedir financiamento para a caridade, ou para qualquer tipo de despesas de negócio, como aluguel.
O projeto contempla as mais diversas formas de empreendimento, de geração de energia solar à publicação de livros e projetos científicos.

Forgotten Planet e Upon a Salty Ocean

A editora italiana Giochix Edizioni lançará dois novos jogos em Essen.

Upon a Salty Ocean 
No início do século XVI, a cidade francesa de Rouen é o principal porto daquele país. A base da economia é a pesca e o comércio de peixe salgado. O sal produzido em minas é carregado em navios e usada na conservação do arenque e do bacalhau pescado no oceano Atlântico.
Os jogadores são mercadores da cidade e devem investir em navios e construções para tentarem se tornar ricos. Quem será o comerciante mais rico da cidade quando Francisco I da Françavisitar a cidade?
Cada jogador começa a partida com uma caravela carregada com três barris de sal, uma mina e 10 a 16 moedas. A partir disso, tem cinco turnos de jogo. O turno é dividido em três fases.
Na fase de evento o valor dos barris é ajustado de acordo com os tiles de evento que representam o clima e as condições que irão regular o restante da turno.
Na fase de ação, os jogadores tem opções como: comprar minas de sal, comprar barcos, pescar, vender no mercado. As ações podem ser executadas diversas vezes e o custo é igual ao número de vezes que a mesma ação já foi executada no corrente turno.
Na fase final, os jogadores produzem sal nas minas, usam habilidades especiais, etc.  
Upon a Salty Ocean é um jogo de Marco Pranzo com arte de Lamberto Azzariti (De Vulgari Eloquentia e Rio de la Plata) . O jogo pode ser disputado por dois a quatro participantes com idade  a partir de doze anos e tem duração média de 120 minutos.

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Nile Deluxor

Um jogo sobre agricultura no Egito Antigo.
Nile é uma criação de Daniel Callister e James Mathe (Those Pesky Humans!). Cada partida pode ser disputada por dois a seis jogadores e dura, em média 30 minutos. A idade sugerida é a partir de 8 anos. A arte de Chuck Whelon produziu carta que imitam as ilustrações egípcias e tornam o jogo bem agradável visualmente.
Nile Deluxor é divulgado pelo fabricante como uma expansão do jogo Nile, mas muitos tem se referido a ele como uma substituição ao jogo antigo, já que ele trás tudo que o antigo tem e mais uma expansão (Parecido com a versão de Citadels da Fantasy Flight, que já vem com a expansão: Dark City).
O jogo simula as plantações e colheitas no Antigo Egito. É claro que o Rio Nilo transbordará e alagará suas margens, logo você deve se esforçar em colher mais do que seus oponentes para não perder sua safra.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Eaten By Zombies - Prévia

Seth Hiatt da Mayday Games informou que a primeira impressão de Eaten by Zombies está esgotada.
As duas mil cópias foram vendidas antes mesmo que a companhia recebesse o material. A segunda impressão já foi encomendada e deve estar disponível para venda nas lojas a partir de dezembro.
A Mayday Games recebeu US$47,874 para financiar a primeira impressão pelo site Kickstarter.com, que vem se tornando cada vez mais uma poderosa ferramenta de divulgação de designers independentes.
Eaten by Zombies, com arte de John Huerta e um designer de embalagem que lembra uma caixa de balas, o jogo é o tipo de projeto ideal para a plataforma do Kickstarter.
O jogo é uma criação de Max Holliday, um fã de filmes de zumbie e compartilha elementos com filmes como "Eu sou a lenda" (a versão dos anos sessenta, não a com Will Smith) e da série "The Walking Dead". Além das referencias mais obvias o jogo tem algumas inovações dentro do atual formato de jogos de montagem de baralho (deck-building).

domingo, 16 de outubro de 2011

Rocket Jockey

A Mayfair Games anunciou para fevereiro de 2012 o lançamento de Rocket Jockey .
O jogo é uma criação de James Spurny e pode ser jogado por dois a quatro participantes com idade a partir de dez anos.
O cenário do jogo é o nosso sistema solar, cento e cinqüenta anos no futuro. A raça humana colonizou todos os planetas e as diversas colônias são conectadas através de um sistema de rotas de naves guiados por intrépidos pilotos conhecidos como Jóqueis de Foguetes (Rocket Jockey). Em suas viagens competem entre si para ver quem faz as manobras mais arriscadas, a maior entrega de carga e visita o maior número de planetas.
Vence o jogador que entregar a maior carga no menor tempo.
O jogo será composto de :
  • 9 cartas de destino,
  • 27 cartas de carga,
  • 32 cartas de manobra,
  • 4 cartas de auxilio, 
  • 2 cartas alienigenas, 
  • 16 cartas de bonus, 
  • 1 marcador de foguete.

sábado, 15 de outubro de 2011

War Of The Ring Está de Volta

Ares Games anunciou para novembro o relançamento de War Of The Ring.
Esgotado há mais de um ano o jogo chegou a ser vendido por mais de US$ 100,00 em sites de leilão como o Ebay. Agora a Ares Games traz o título devolta as prateleiras no próximo mês, além de lançar um upgrade, um estojo com sleeves (os protetores plásticos) e uma caixa para guardar as cartas do jogo.
War of the Ring segue o enredo da trilogia "O senhor dos Anéis" de JRR Tolkien, onde os jogadores assumem o papel de membros da Sociedade do Anel, tentando destruir o Um Anel, ou de Sauron e seus asseclas tentam trazer as trevas sobre a Terra Média.
The War of the Ring: The War of the Ring é um jogo de tabuleiro de estratégia que permite aos seus jogadores mergulhar no mundo de O Senhor dos Anéis e experimentar sua dramática ação, conflito épico e personagens memoráveis.

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Zong Shi


Numa grande cidade da China Medieval, vários artesãos talentosos em diversas áreas, almejam se tornar Zong Shi: o Grande Mestre Artesão.
Gryphon Games anunciou o novo jogo de Kevin G. Nunn (Duck! duck! Go!) que está sendo financiado pelo projeto Kickstarter. Nunn já trabalhou lançou outros jogos pelo Kickstarter como: Rolling Freight e 1955: The War of Espionage.
Para vencer você deve impressionar os moradores da cidade com suas perícias.
Em Zong Shi há várias estratégias possíveis: os jogadores podem ampliar suas oficinas ou tornar-se especialista em um determinado material; podem criar um grande número de pequenos projetos ou tentar criar uma obra-prima.
O jogo usa as mecânicas de posicionamento de trabalhadores (worker placement), gerenciamento de recursos (resource management) e escolha de cartas (Card Drafting), além de um deck com cartas de ação que pode proporcionar tanto obstáculos quanto oportunidades aos participantes.
No inicio da partida as cartas de projeto (oito tipos, cada um com um poder especial) e projetos de obras magistrais (apenas três por vez) são dispostas no tabuleiro.

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Super Showdown

Em algum lugar, no coração da cidade, um vilão está aperfeiçoando o seu plano maligno. Sua obsessão: derrotar com o patrulheiro bonzinho da cidade e se tornar o líder que os fracos e inocentes habitantes não escolheram para si. 
Enquanto isso, de cima do mais alto arranha-céu, o héroi espreita, com seus sentidos afiados como navalhas, atentos ao menor sinal de perturbação da ordem. A ambientação: As era de Ouro e de Prata dos quadrinhos - Esse é o mundo de Super  Showdown!
Super Showdown é um card game para dois jogadores, que leva seus participantes a uma típica batalha herói-vilão na era clássica dos quadrinhos. As regras são fáceis de aprender, e surpreendem pela profundidade que possibilitam a um jogo tão pequeno. Cada participante recebe 9 cartas com detalhes verdes ou brancos (branco para cartas heróicas e verde para cartas de vilão), e números que determinam o poder da carta. Se você possuir mais cartas brancas, é um herói, caso contrário, você é o inimigo da lei que deve ser combatido.
O tabuleiro - Uma cidadezinha movimentada
Os jogadores então colocam seus marcadores de herói/vilão no espaço inicial do tabuleiro e se preparam para os combates (obs.: os marcadores são Meeples! - ou devo dizer um Heeple e um Veeple?). A cada rodada, o jogador inicial joga o dado da sua cor e o coloca próximo do número e cor correspondente no tabuleiro. Eles podem se mover até dois espaços (3, se eles começarem a rodada em um Powerboost). Então, cada um escolhe uma carta de sua mão e a põe virada para baixo sobre a mesa; Essa carta é usada posteriormente no confronto. O segundo jogador joga o dado, o põe no tabuleiro e se move.

Risk Legacy

A nova versão do jogo da Hasbro vai dar o que falar.
Por Sarah Gabriela
E se as decisões que você tomou em uma partida de Risk hoje influenciassem em cada vez que você jogasse depois? Essa característica única é o foco de Risk Legacy.
Amado por alguns. Odiado por outros. O Risk (e seu derivado brasileiro, o War) tem dividido opiniões há anos, principalmente nas últimas décadas quando os designers europeus reformularam a cara do mercado de jogos de tabuleiros. Nesse novo cenário, o Risk passou a ser associados com os principais defeitos do grande mercado de jogos mundial: falta de inovação, versões que nada acrescentam ao jogo, marketing agressivo em datas como natal e dia das crianças; tudo isso para camuflar a falta de interesse das grandes empresas do ramo em investir em inovação.
Essa versão do wargame mais famoso do mundo tem tudo para mudar isso (ou não).
O jogo tem o formato (revolucionário?) de uma campanha de 15 partidas, onde mudanças permanentes são feitas no tabuleiro, deck de cartas e até no manual. Após as primeiras 15 partidas, Risk Legacy está completamente customizado baseado na história que você e seus amigos estabeleceram, e a partir de então vocês poderão jogar a sua versão única do jogo quantas vezes quiserem.
Mas como, exatamente, se customiza um jogo de tabuleiro?

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Mundus Novus

Mais um lançamento para Essen
Espanha, Século 16. Você é o proprietário de um poderoso navio em busca de riquezas no recém descoberto Mundus Novus. 
Seu objetivo e usar suas caravelas para coletar valiosos bens (incluindo as lendárias relíquias incas) e comercializar da melhor forma possível para ampliar seus negócios e adquirir uma fortuna.
O jogo é formado por cartas divididas em dois baralhos: um com cartas que representam dez recursos diferentes, e o outro composto de cartas que dão benefícios aos seus proprietários. 
Cada partida é disputada em rodadas divididas em quatro fases: No início de cada uma, um evento aleatório e sorteados e afeta todos os jogadores.

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Eurogames Manaus na Feira do Livro do Sesc 2011

Este fim de semana com a participação da área de jogos da Euro Games Manaus.
Este ano, a feira ocorre de 06 a 08/10, com o tema ‘Caminhos e Descobertas’ e homenageando o escritor Tenório Telles. 
O projeto Feira de Livros do Sesc é uma ação de promoção da literatura e formação de leitores no calendário cultural da cidade de Manaus e de diversas localidades do País, em função da amplitude de suas programações e do seu desenvolvimento sistemático e regular. 
Uma das características da feira é a sua proposta de atendimento amplo à clientela, buscando não se restringir à comercialização de livros, e sim oferecer um leque de serviços em torno da literatura. As editoras, livrarias e bibliotecas são presenças indispensáveis na feira, não só para vender, mas também para mostrar os livros mais interessantes, a fim de que o leitor possa, com liberdade, folhear suas páginas e fazer uma leitura”, destaca Vanuza Matos, gerente de Programas Sociais do Sesc Amazonas. Segundo ela, investir na proposta da Feira de Livros do Sesc é uma oportunidade para que empresas que investem em responsabilidade social possam agregar valor às suas marcas e ao seu balanço social.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...